Caixa Econômica já pagou mais de R$ 15 bilhões de contas inativas do FGTS

A Caixa Econômica já pagou até dia 19 de abril, R$ 15,1 bilhões a pessoas que tinham conta inativa do FGTS, para os nascidos entre janeiro e maio.

Segunda a Caixa Econômica, o valor pago na primeira e segunda fase do calendário corresponde a 83,2% do total primeiramente calculado (18,1 bilhões), para o período. O Cálculo é que 30,2 milhões de trabalhadores recebam o auxílio e possam sacar num total de R$43,6 bilhões.

De acordo com a caixa existem pessoas que ao sacar o recurso não conseguiram receber, pois a empresa não havia depositado o FGTS. Para isso o trabalhador tem que formalizar uma denúncia contra a empresa na Divisão de Fiscalização do FGTS no Ministério do trabalho. Esta denúncia ficará anônima sem comprometer o trabalhador e também pode ser feita no site do Ministério do Trabalho. Se por um acaso a empresa em que o trabalhador denunciou e não exista mais, poderá entrar com uma ação trabalhista na Justiça do trabalho e solicitar o pagamento devido.

Quem tem direito a sacar o FGTS, trabalhador que pediu demissão ou foi demitido por justa causa, até a data de 31/12/2015. Para quem tem conta na caixa o depósito será feito automaticamente sempre respeitando o calendário.

Para receber o benefício, tenham sempre em mãos, RG, CPF, Carteira de Trabalho ou termo de rescisão de contrato, número do PIS/PASEP. Para os que têm o cartão cidadão é só ir à boca do caixa e sacar até R$3.000 com a senha e sempre o documento de identificação, também pode retirar nas lotéricas.